00:32


Olá leitores e desocupados :D


Sou nova por aqui, e pra estrear minha existência neste Blog, começarei postando um texto bem dramático, que foi escrito num momento emo de profunda tristeza e desesperança com a vida.








00:32


" Acabada. Sangrando por dentro.
Destruída, destruída, destruída.
É assim que me sinto. Incapaz, indefesa.
Não há nada ao meu alcance; Nada que eu possa fazer.
Um labirinto sem saída.
Sem consolo, sem fé, sem paz.

O que eu faço ? Meu Deus !?
Se é que ainda posso te chamar assim...
Será que alguém vai mudar minha vida, ou será que estão todos ocupados nos seus sub-mundos particulares ?
Qual é a mão que se estenderá até mim? A quem esta pertence ?
Ou será que me deixarão sangrando, de braços cruzados... (?)
Eu não quero implorar Seu amor.
Não vou dizer que dependo só de Você.
Também não argumentarei que preciso de um milagre.
Realmente desacredito de Sua vontade de me ajudar hoje. E lamento muito por meu duro e corrompido coração.
Será que algo que fiz no passado é válido ?
Será que me resta uma súplica ?

Neste momento meu coração não Te encontra e minha fé, nem sei por onde anda.
Se for válido e de alguma utilidade, grito SOCORRO !
Eu sinto a dor.
Suspiros pesados saem de meu sistema respiratório. Minhas vias pulmonares choram de agonia.
E meus olhos, neles não há brilho, a vida se foi, desvairando-se velozmente.
Quando olham para mim, não faço idéia do que veem. Quando me vejo: vazio.
Meus olhos nada portam, são vagos e minha fisionomia é desgostosa e oca.
Salvem-me de mim mesma !
O impossível me inunda, já estou a me afogar.
Sozinha, dentro de um quarto lilás, rodeada de cores e tons.
Escrevendo de tinta verde, em meu pequeno caderno verde.
Vestida com roupas escuras, assim como minha vida.
Sons me cercam: TV, carros, a chuva lá fora.
Envolta de tudo, cheia de nada.
Meu mundo é cinza apagado. Branco e preto, preto, preto e cinza.
O som é o silêncio e o sentimento é a dor.
Desabafo aqui, mas minha realidade persiste.
Nada, ninguém, muda, transforma ou aniquila, a vida desfalecida que hoje chamo de destino. "





00:52
27.01.2010

#Compartilhe:

7 comentários:

  1. Bem vinda faby, agora vc é nossa eminha de estimação.

    ResponderExcluir
  2. perguntas pro chiclete e pro zezinho...

    quem eh essa garota???
    quantos anos tem?
    mora no sertao com vcs?

    ResponderExcluir
  3. Sim, ela é do sertão. Ajuda minha mãe a encontrar água na seca.

    ResponderExcluir
  4. Eu sou a Fabíola
    tenho 17 anos
    Moro em Poá SP
    aqui é pior q um sertão.

    ResponderExcluir
  5. É, mas nada de ficar dando confiança pro pessoal aqui, vc é minha subordinada.

    ResponderExcluir

© Gui Brio | Template Template Para Blogger